quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Um dia feliz destes que só em fevereiro faz...

Alheia ao trânsito ela dançava. Não ligava para as buzinas, nem para os mais estressados que gritavam impropérios. Bailava como se estivesse em uma festa. Girava segurando as pontas do vestido laranja em uma valsa que não tinha fim. Olhos fechados. Sorriso no rosto. Pescoço pendendo para o lado. Movimentava-se com a graça dos desvairados.
A outra ria. Sentada em uma mureta de praça, dava gaitadas. Mostrava os dentes a cada estranho que a olhasse. Sorria cada vez que o sinal abria. Gargalhava assim por ter chorado demais? Ria da desgraça ou de alegria mesmo? Não se importava com os curiosos. Ao contrário. Estourava num riso alto, daqueles de fazer faltar o ar. Numa alegria espontânea que só os loucos tem.
Fevereiro faz dessas coisas...

6 comentários:

Suelen disse...

Não sei se me sinto a da saia ou a da mureta.. mais sei q em um segundoo me senti parte da descrição, tão real que chega doer..não sei se só fevereiro faz dessas coisas... achoo q agente tem por natureza essa alegria espontânea..q nos torna mto loucas para os ditos corretos, o lema é fazer parte sempre nao importa o tamanho da loucura q se faça.
Cumprindo a missão de outras vidas!

Zumbira disse...

eu vi um anjo cruzar a passarela
o caranaval iluminava corações
a procurar uma emoção que fosse além da quarta-feira de cinzas...

disse...

coisas que só a alegres malucos conseguem ser, fazer e viver...
adoro teus textos rapariga!
beeeeeijos Rê

Di disse...

como dizia a canção: ''...é verão, sei lá, dá uma vontade boa de se dar. tempo bom de ser feliz...''

é verão, é fevereiro, e tudo pode!

Beijão Ci
saudades

Nêga, Preta ou Pree disse...

hummmmmmmmmmmmmm.....'gosto'!!!

Fala garoto, fala garota. disse...

Porto Alegre, verão, Liquida, loucos e proletários todos se encontram aqui...
Vade retro, turistas da nossa capital gauchesca!