terça-feira, 7 de julho de 2009

Carta aberta ao Chico Buarque

Não, não deixei de te amar, Chico. Mas é que Jorge me ganhou ontem à noite...

Só ele y su guitarra, encerrando o tour do disco Cara B no palco do teatro do Bourbon Country. Quer dizer, tinha mais uns sintetizadores, e depois seus companheiros de turnê também subiram para tocar (!?) uma espécie de minigame e um instrumento que já vi a Rita Lee usar em Meu Doce Vampiro, mas que não sei o nome.

O show começou com Un pais con el nombre de un rio, e já fez a plateia toda se apaixonar nos primeiros acordes. E eu também. O que vi depois foi um show de simpatia. Drexler fez graça com a microfonia. Al otro lado del rio foi a capela. Atendeu pedidos de músicas. Apresentou a inédita Todos a sus puestos. Cantou Lontano Lontano com seu italiano cheio de sotaque. Elogiou Vitor Ramil, "o melhor compositor da minha geração". Tocou milongas. E me ganhou. Arrepiei já com Fusion. Não é traição. Quem não se arrepia com uma letra dessas?!

¿Dónde termina tu cuerpo y empieza el mío?
A veces me cuesta decir.
Siento tu calor, siento tu frío,
me siento vacío si no estoy dentro de tí.

¿Cuánto de esto es amor?
¿Cuánto es deseo?
¿Se pueden, o no, separar?
Si desde el corazón a los dedos
no hay nada en mi cuerpo que no hagas vibrar.

Depois a série olhos cheios d'água e sorrisos bobos seguiu com Guitarra y vos, Deseo, Inoportuna, La vida es mas compleja de lo que parece, Sea, Dance me to the end of love, e claro, Todo se transforma. Depois de tudo isso, e mais das outras que esqueci o nome, só posso dizer que ele me ganhou. Poderia ficar mais duas horas escutando o dedilhar do violão, a voz suave, às vezes tímida até, as tiradas engraçadas do humor requintado do moço. Poderia ficar olhando o All Star velhinho, a gravata fininha, o óculos de aro preto, o sorriso maroto de quando ouvia a plateia cantando. Fui seduzida. Não tive culpa.

Desculpa, Chico.

Mas ontem o Jorge Drexler me ganhou.

Ele é o meu novo Chico Buarque.

13 comentários:

Alice disse...

aaaaaaaaaaaaaaaaaai, inveja muitíssimo bíblica!

Vijande disse...

Ahora me siento menos mal, por tí!
Creo que entiendes lo que había dicho en el año pasado. Estas sensaciones que teneis me parecen increibles! Son las mismas que tuve en el mismo teatro.
Su guitarra y los efectos especiales creados con los sonidos oidos en las ciudades por donde pasa crian un clima jamàs visto antes. Me quedé con los ojos cubiertos de lagrimas cuando leei tu texto, ¡Que Bueno!

Yo lo siento en decirte que solamente acá en Madrid tiene tiendas con el "verdadero" cd/dvd de Cara B, por algunos € 25,00. Yo no tengo, pero si quieres...

Un Beso!

Di disse...

inveja bíblica ²!

Que coisa boa Ci...

Beijão amada

Fala garoto, fala garota. disse...

Este blog está internacionale, eco?!
Eu ainda vou de periferia e Mano Brown. kk

Tuca disse...

ci, o nome do instrumento é ruído rosa, nao?
eu fui no show dele ano passado no porto alegre em cena, muito bom!
beijos grandes

tuca padilha

Pree, Wonder Pree disse...

putinha...pode continuar com o Chico.

Eu sou mais eu e Jorge, em madri.

Ele há tem dona!

Humpf!
luv u.

Di disse...

saudades de ti querida!

Boa semana!!!

Beijão Ci

marcusreis disse...

realmente... show incrivelmente sensacional... Há anos esperava pela oportunidade de ir (desde 2004) e matei essa vontade!
ahh.. so tiraria a parte do serrote... música com serrote me irrita!!!!
hehe
bjos

Rafael disse...

faço das minhas as palavras da alice...

Ci disse...

Q fina estoy! Hahahaha

Amei o comentário internacional, pode voltar sempre aqui tá, e deixa q te mantenho informado sobre os shows, como a gente combinou!

Alice, Di e Rafa, mostro Todo se transforma q gravei no cel pra vocês! Bora marcar um chimas, um vinho ou qq coisa!!

Andee, o Drexler é muito mais bonitinho e cuti cuti q o Mano Brown! Hahahahahahhaa

Tuca, q coisa boa a tua visita, direto de Sumpaulo! Bah, não fazia idéia do nome do instrumento, valeu! E agora q tu tá a caminho de Porto Alegre, podia rolar aquele churras dos ex-famequianos com direito a dança da cadeira, né?

Nega, são todos meus! Comprei-me tuuuudoooo!

Marcos, até achei legal a parte do serrote, mas não aguentaria muito mais não... me irrita tb.

Beijo em todos!

Pree, Wonder Pree disse...

É marcus com U, ele se irrita facilmente com serrote e qdo chamam ele de marcos com O.

Ci disse...

Ups!

Thais disse...

O Cibele, cheguei até aqui através do amigo Amon, e me deparei com o teu blog, que confesso, me encantou. Bom, muito bom escrever... divido desse prazer como tu. Também divido do prazer de ouvir Jorge Drexler "lo más", e veja só, também foi o Amon quem me fez chegar até o Jorge. É, meu amigo Amon tem sido útil! hehehehe, bueno, brincadeiras à parte, prazer, eu sou a Thais. Um beijo!